revistateeneducacional

baseados em fatos reais e com nomes fictícios.

Professora Cristina, em um dia normal de aula, começou a perceber que sua aluna Isabela estava cada vez mais triste, percebeu que seu desempenho nas aulas não era mais o mesmo, até então não fez nada.

Depois de algumas semanas, descobriram que a menina estava sendo abusada pelo padrasto, e estava grávida.

Toda a sua família estava de acordo que ela fizesse um aborto, mais sua mãe não, queria que ela tivesse essa criança.

Anúncios


Por volta das 8h de quinta-feira (7), Wellington Menezes de Oliveira, 23 anos, ex-aluno.

Da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, entrou no colégio após ser reconhecido por uma professora e dizer que faria uma palestra (a escola completava 40 anos e realizava uma série de eventos comemorativos).

Armado com dois revólveres de calibres 32 e 38, ele invadiu duas salas e fez vários disparos contra estudantes que assistiam às aulas. Ao menos 12 morreram e outros 12 ficaram feridos, de acordo com levantamento da Secretaria Estadual de Saúde.

Duas adolescentes baleadas, uma delas na cabeça, conseguiram fugir e correram em busca de socorro, elas foram amparadas por um bombeiro. Seguiu rapidamente para a escola e atirou contra a barriga do criminoso, após ter a arma apontada para si. Ao cair na escada, o jovem se matou atirando contra a própria cabeça. Com ele, havia uma carta em que anunciava que cometeria o suicídio. O ex-aluno fazia referência a questões de natureza religiosa, pedia para ser colocado em um lençol branco na hora do sepultamento, queria ser enterrado ao lado da sepultura da mãe e ainda pedia perdão a Deus.

Com esse relato, você pode concluir que nem mais nas escolas estamos seguros!

Por  Sabrina Rodrigues

"A traição das imagens" - René Magritte - 1928

 

Ao selecionar um objeto do cotidiano e subverter o significado da figura do cachimbo com a frase “Isso não é um cachimbo”, o artista brinca com o cachimbo e seus muitos significados e associações. O título da obra muda o significado ou questiona a própria obra.

 

Por: Malu Fernandes.

Para facilitar seu estudo, vamos dividi-la em:

• América Platina: Abrange os países que estão mais ligados à Bacia Platina (rios Panamá, Paraguai e Uruguai).

• América Andina: Abrange os países que estão ligados à Cordilheira dos Andes.

• Guianas: Localizadas ao norte da América do Sul.

• América Central: abrange o trecho do Istmo e as Antilhas.

• México. – Brasil.

Os países latino-americanos têm uma história em comum. Em 1797, pouco depois do descobrimento da América representante de Portugal o da Espanha reuniram-se em Tordesilhas e assinaram um documento que recebeu o nome de Tratado de Tordesilhas. A popolução latina americana sofre com o elevado crescimento vegetativo, devido à alta motarlidade . O principal ponto de união entre os países que constituem a América latina é o tipo de colonização a que foram submetidos . Sua características gerais são : Estende-se desde o México até a Terra do Fogo, no extremo sul da América. Localiza aproximadamente 20,5 milhões de Km, ou seja, 13,7 % das Terras emersas do Globo, com uma população de 350 milhões de habitantes. Sua hidrografia é : Bacia do Orenoco, Bacia Amazônica, Bacia Platina. A agricultura é a base econômica latino-americana, principalmente da América Central, Equador, Colômbia.

Por: Giovanna

A arte em si é uma forma do ser humano expressar suas emoções.

Existe vários tipos de artes exemplo “artes plásticas, artes cênicas , artes visuais , arte estética etc. (cinema, teatro e televisão) .

Vamos falar um pouco sobre a arte estética que é a menos conhecida, “ Oque é arte estética?

A arte estética é aquilo que estuda o julgamento do que é considerado belo , as diferentes formas de arte e da técnica artística; a idéia de obra de arte e de criação; a relação entre matérias e formas nas artes. Mas ela também pode ir feio ao ridículo e do belo ao lindo.

Por: Giovanna

 

Além dos mais variados problemas causados pelo homem que assolam as grandes cidades, outros fenômenos que contam com grande participação da natureza também dificultam a vida nos centros urbanos: as enchentes.

As áreas urbanas são as que mais expressam as intervenções humanas no meio natural. O desmatamento, as edificações, a canalização, a mudança do curso dos rios, a poluição da atmosfera, dos cursos de água e a produção de calor geram diversos efeitos sobre os aspectos do ambiente. As alterações ambientais causadas pelas atividades urbanas são sentidas pela população, tais como o aumento da temperatura nas áreas centrais, o aumento de precipitação e as enchentes. Essa última conseqüência do processo de urbanização teve como causa principal a construção de casas, indústrias, vias marginais implantadas nas áreas de várzeas dos rios e proximidades e é, atualmente, um problema constante nos períodos chuvosos nos principais centros urbanos.

Enchente em SP

 

Por: Sabrina .

No dia 11 de Março de 2011, o Japão sofreu um abalo sísmico (terremoto) de 8,8 graus na escala RICHTER (escala que mede a energia que é liberada por um sismo), logo seguido de um tsunami (onda gigante) que segundo o registrado foi de 10m de altura e devastou parte da costa japonesa.

No Japão há um alarme que quando tem um terremoto começa a soar, ele serve para que alertar as pessoas que algo está acontecendo e que devam procurar um abrigo seguro. Os prédios do Japão tem um sistema antiterremotos para que os prédios não caiam, essa estrutura é simples, mas cara, ela é formada basicamente de:

  • Suspensão no alicerce – que assim como nos carros, amortece a tremedeira;
  • Paredes super-resistentes – que são feitas de ferro e concreto;
  • Amortecedores nas paredes – evitam que o prédio entre em ressonância durante o terremoto;
  • Peso que cancela movimentos – colocado no alto do prédio, um peso balança no lado contrario ao que o prédio vai

O número de mortos japoneses chega a mais de 21 mil.

Causas do terremoto e tsunami:

Terremotos: causado pela sobreposição de placas tectônicas, eles são mais comuns no pacifico onde há o maior numero de encontro das placas.

Tsunami: são causadas por movimentações terrestres abaixo d’agua sem importar o sentido do movimento. As ondas inicialmente são baixas, mas velozes (pode chegar a aproximadamente 800k/h) quando chega a uma área mais rasa perde velocidade, mas a altura cresce.

Esquema

Por: Lucas Gimenes.

Segue a gente lá no twitter.

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios